PMFS São João
Classivendas
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • UFC 198


    UFC 198
    A espera e a ansiedade chegaram ao fim. O evento mais aguardado do ano pelos fãs de MMA será realizado hoje à noite, em Curitiba, Paraná. Isso porque o UFC 198 contará com a presença de grandes nomes do esporte e ainda apresentará a disputa de cinturão do peso pesado da organização.
     O “card” preliminar promete bons duelos. O mais importante deles coloca em rota de colisão Demian Maia contra o americano Matt Brown. Maia vive a melhor fase da sua carreira e vem de quatro vitórias consecutivas. Conhecido por ser o atleta de jiu-jítsu que melhor adaptou a arte suave ao MMA, o paulista tem sido um terror para quem o enfrenta. Já Matt Brown é um “striker” bastante perigoso e agressivo. “The Immortal”, como é chamado, se notabilizou por ter muita garra e por não desistir nunca. Apesar de reconhecer essas qualidades, penso que o nosso compatriota tem maior chance de vencer a peleja. Para atingir o seu objetivo, porém, Demian terá que fazer de tudo para manter a luta no solo. Caso o combate se desenvolva em pé, Brown levará grande vantagem e poderá nocautear o seu adversário.
    O “card” principal, por sua vez, tem tudo para ser espetacular. Afinal de contas, alguns dos maiores expoentes dessa modalidade esportiva se enfrentarão pela primeira vez. Pelo menos quatro das cinco lutas devem ser eletrizantes. A tendência é de que na primeira delas, Maurício “Shogun” Rua e Corey Anderson travem uma batalha equilibrada. Shogun já foi campeão meio-pesado, mas não tem repetido o sucesso do passado. Depois de um longo período de treinos na academia Kings MMA nos EUA, a esperança é de que Shogun tenha melhorado o seu condicionamento físico e a confiança. A força da torcida também poderá ajudá-lo, já que atuará na sua cidade natal. Corey Anderson, por sua vez, venceu a décima nona versão do TUF americano e é uma das boas revelações da atualidade. O americano é um bom “boxeur” e tem boa envergadura. Por ser oriundo do wrestling, é difícil de ser colocado para baixo. Se Shogun conseguir derrubá-lo poderá suplantá-lo, já que tem maior bagagem no jiu-jítsu. Se não conseguir fazer isso, o curitibano terá que estar muito bem preparado para vencer Anderson.
    Na sequência, Cris “Cyborg” não deve ter grandes problemas para nocautear Leslie Smith. Cyborg é ex-campeã do Strikeforce e fará sua estreia no UFC contra uma atleta de pouca expressão. A brasileira é muito mais forte e experimentada. Por isso, eu acredito que o confronto não deve passar do primeiro round.
    A penúltima batalha da noite é aquela que mais chama a atenção dos fãs do MMA. Vítor Belfort x Ronaldo “Jacaré” Souza devem fazer uma luta histórica! Vítor começou a brilhar no UFC aos dezenove anos, quando se tornou campeão pela primeira vez. Em seguida, “migrou” para o Pride e passou por altos e baixos. Abalado pela morte da sua irmã, Belfort não conseguiu manter a regularidade na carreira. Superado o drama familiar, o carioca se reinventou e hoje é um dos atletas mais temidos do esporte. Vítor sempre foi um boxeador extremamente eficiente e veloz. De uns anos para cá, passou a ter um muay thai afiadíssimo e a chutar como poucos. Jacaré é uma lenda do jiu-jítsu mundial e tem evoluído bastante em pé. Para completar, ele é muito resistente e costuma buscar a vitória do início ao fim. Confesso que tenho dificuldade em apontar o favorito. Penso que por agir como um predador faminto, Befort tentará resolver a parada no primeiro round. Se Jacaré não se cuidar poderá ser nocauteado. Nem por isso, Vítor poderá se descuidar, já que Ronaldo tem uma mão pesada. Se a peleja chegar até o final, considero que as chances de Jacaré ganhar por pontos ou por finalização é enorme. Se eu fosse apostar cem reais, arriscaria cinquenta e um na vitória de Jacaré e quarenta e nove no triunfo de Vítor.
    O UFC 198 será encerrado com a disputa do título do peso pesado. Fabrício Werdum defenderá o seu cinturão contra Stipe Miocic. Depois que Werdum passou a ser treinado por Rafael Cordeiro, se transformou em um atleta quase imbatível. Se antes era respeitado pelas habilidades no “grappling”, hoje representa uma ameaça na troca de golpes. Miocic é um ótimo “wrestler”, mas o curioso é que prefere utilizar o boxe para destruir seus oponentes. O desafiante também dá muita importância à preparação física. Por conta disso, costuma se aproveitar do cansaço dos adversários para tentar derrotá-los. Meu palpite é de que o gaúcho irá manter-se como campeão.
    P.S: Anderson Silva estava escalado para encarar Urial Hall, mas foi retirado do evento. O “Spider” sentiu fortes dores abdominais e foi operado na última terça-feira.
    Glossário: Striker- Termo utilizado para definir os especialistas na luta em pé. Grappling- Vocábulo usado para designar os especialistas na luta agarrada.
    Até a próxima semana, amigos!
    Alexandre Freire, advogado e cronista esportivo.



Publicidade

Histórico

2016
2017
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia