PMFS São João
Classivendas
Em cima da hora:
Baile Municipal de Bezerros vende ingressos para show de Araketu
-
  • Facebook
  • Twitter
  • Orkut
  • Feeds
  • UFC 200

    por Alexandre Freire, advogado e cronista esportivo.


    A direção do UFC divulgou na quarta-feira, dia 30, cinco confrontos que irão compor o “card” do evento mais importante da organização nos últimos anos. A mais surpreendente delas foi o anúncio da revanche de Conor McGregor contra o americano Nate Diaz. A grande maioria dos fãs de MMA esperava que José Aldo Jr finalmente tivesse a chance de encarar o falastrão irlandês mais uma vez pela disputa do cinturão dos penas. Afinal de contas, o brasileiro era o único campeão da divisão até dezembro de 2015 e esteve invicto por dez anos, quando foi nocauteado por Conor. Vale ressaltar que o duelo de McGregor contra Diaz só ocorreu porque Rafael dos Anjos se machucou e o UFC teve que arranjar um substituto às pressas. Para surpresa de Dana White, Nate Diaz finalizou Conor McGregor mesmo tendo apenas dez dias para se preparar para a contenda, já que estava de férias no México quando foi convidado. Outro detalhe importante é que o combate foi travado em categoria acima da que Conor e Nate estão ranqueados.


    A decisão do UFC de conceder uma revanche a McGregor em detrimento de Aldo desprestigia o mérito e arranha ainda mais a imagem da organização perante os aficionados por MMA.


    P.S: Como prêmio de consolação, José Aldo foi escalado para enfrentar Frankie Edgar. De acordo com o UFC, o vencedor dessa luta será o próximo desafiante de Conor McGregor na disputa do título do peso pena.


    Até a próxima semana, amigos!
     



Publicidade

Histórico

2016
2017
Os comentários e textos não representam a opinião do portal; a responsabilidade pelo blog é do autor da mensagem.
Folha do Estado da Bahia
Desenvolvido por Tacitus Tecnologia